O Coletivo

Blog do escritor Juliano Rodrigues. Aberto a textos gostosos de quem quer que seja. Contato: julianorodrigues.escritor@gmail.com

terça-feira, 31 de março de 2015

AMOR NUDE

Me apareça sem máscaras.
Te quero in natura
Sob luz direta,
Sem música de fundo.

Fale sem meias palavras,
Fora das convenções,
Sem métodos e construções,
Cuspa o que vier à mente.

Quero te ver com roupa de dormir
Unha por fazer,
Cabelos em desalinho,
Sem se depilar.

Esqueça a maquiagem
E os cheiros comprados.
Mova-se como se não houvesse alguém olhando,
Assuma seu mundo.

Quero te espiar nua e crua,
Não querendo provar nada,
Sem olhares e bocas
Nem gozo fingido.

Desejo sua intimidade mais plena
Toda humanidade sem disfarce
Seus opostos todos à tona.
Toda inteira!

Nada de medos, discursos...
Passado ou futuro.
Só o presente do seu presente.
Toda entregue ao momento.

Nenhuma foto,
Nenhuma carta,
Nenhum registro.
Momentos fugazes


A serem consumidos nos agoras.

                                                      Juliano Barreto Rodrigues.